19
Mar

SOBRE

Se você acabou clicando aqui, então gostou mesmo do blog, hein? Ou não. Ok, nada de “abouts” na terceira pessoa. Não mais. Prefiro responder algumas perguntas.

- Barba Uonderias né? De onde saiu isso?

Uso o pseudônimo Barba Uonderias desde que comecei a escrever para internet. Antes usava outros apelidos, porém o Barba ganhou mais adeptos e hoje eu sou chamado assim pessoalmente também.

- E o blog, como surgiu?

Quando criei meu primeiro blog, em março de 2006, ele já era Arte e Vício (http://arteevicio.zip.net). A idéia na verdade é uma filosofia de vida que eu apliquei criando uma comunidade no orkut com o mesmo nome no dia 5 de março de 2006. Eu havia criado a comunidade “Arte e Vício” para mostrar as produções dos membros, sejam textos, desenhos, etc. Convidei amigos para participarem e fui mostrando meus contos. Naquela época, uma comunidade de arte no orkut era muito chato (até hoje ainda é) então no dia 11 de março daquele ano eu resolvi criar um blog. Assim, quem entrou naquela comunidade foi porque leu meus textos e não porque queria mostrar as próprias criações.

- Então tudo começou em 2006?

Não. Em 2005 eu criei um site que hoje não está mais no ar. Era hospedado num serviço que a Oi oferecia para criar sites. Ele se chamava Pão para comer deitado e falava sobre Teoria da Conspiração e possuia um diário virtual.

- Humm, conspiração né. Você é bem nerd, não?

Sim, sim, eu sou.

- Então você começou a escrever contos e criou um blog.

Contos e crônicas na verdade. Poesia nunca foi o meu forte, mas eu escrevia também.

- Ok, explique melhor o uso dos pseudônimos.

Então… No final de 2006 eu não blogava mais. Conheci uma comunidade no orkut chamada Bar do Escritor, onde várias pessoas postavam seus textos e esperavam as críticas. Eu não dei atenção e continuei afastado da internet por problemas pessoais. Quando em janeiro de 2007 eu já havia acumulado folhas e mais folhas de textos, entre elas um livro inacabado, resolvi me entregar à opinião dos críticos da comunidade. As primeiras impressões me agradaram. Recebi boas observações, mas isso não é o que importa agora.

Pouco tempo depois o blog da comunidade estava sendo criado, eu me ofereci para cuidar do design. O banner eles usam até hoje, mesmo eu não tendo mais a responsabilidade de administrá-lo. Março começou com o blog no ar e os textos sendo comentados. Um grupo de quase 30 pessoas publicava seus textos no blog, o restante do pessoal postava na comunidade. Com os elogios na comunidade, no mesmo mês ganhei minha coluna no blog (clique aqui para ler) no dia 26 de cada mês.

- Então as coisas andavam as mil maravilhas hein?

Na verdade não. É aí que entra o meu pseudônimo. Eu usava para esconder a idade, já que todos eram professores, advogados, escritores, jornalistas e eu ainda um estudante.

- Ah, entendi. Mas porque logo Barba Uonderias?

Barba é fácil, eu conservo uma volumosa barba ruiva desde 2005. E Uonderias é como alguém que não saber ler em inglês, lê o nome da série “Wonder Years”, declarando assim a minha paixão à história de Kevin Arnold.

- Mas como eu nunca ouvi falar no Bar do Escritor?

Provavelmente porque você não acompanha blogs de literatura. No dia 17 de junho de 2007 o blog e a comunidade foram matéria do programa Olhar Digital, os veículos de comunicação que nos entrevistaram ou nos indicaram foram muitos outros, prevalecendo jornais e revistas. Foi nessa época que eu conheci as 1001 maneiras de monetizar um blog, mas nenhuma delas foram usadas. Nós não tínhamos a intenção de lucrar com nada. Não sei como está a situação hoje, então só posso falar sobre a minha época.

Minha ligação com o Bar só durou até abril de 2008, quando postei meu último texto, parei de escrever contos e não produzí mais literatura de lá pra cá. Acredito que minha fase passou.

- Daí nasceu o Arte e Vício que é hoje?

Dia 12 de março eu registrei esse domínio. Você deve ter notado que o mês de março marca o início de todos os projetos, acho isso um pouco estranho. Importei algumas crônicas do blog do Bar, por isso o arquivo daqui começa em 2007, mas as postagens mesmo só em 2008.

Comecei brincando de blog, relembrando os velhos tempos. Já era pelo menos 1 ano e meio sem abrir um editor de texto online. Eu confesso que errei muito com o AV, mas uma coisa eu posso dizer: eu me dedico. Ninguém pode negar que eu me dedico.

 

 

 

 

Talvez isso não faça diferença, mas um about completo eu precisava escrever.

Barba Uonderias.

19.01.09