29
Oct

A crise explicada para uma garota de 14 anos

O grupo de blogueiros O de sempre nunca traduziu a explicação que Kevin Nguyen, colunista do jornal digital The Bygone Bureau, deu  para sua irmã de apenas 14 anos. Ele publicou nessa página.

Abaixo, a conversa dos dois em tradução livre:

Kevin: Tem acompanhado as notícias?

Olivia: Sim, mas n√£o tenho entendido direito.

Kevin: Imagine que eu deixei você pegar emprestado $50 mas, em troca da minha generosidade, você prometeu me pagar os $50 com um extra de $10. Pra ter certeza que você vai me pagar, eu pego o seus cards do Pokemon como garantia.

Olivia: Kevin, eu não brinco de Pokémon mais.

Kevin: Eu vou chegar lá. Vamos dizer que o Pokémon vale $50, então caso você decida em não me pagar, ao menos eu terei algo que vale o que emprestei.

Olivia: Ok.

Kevin: Mas, um dia, as pessoas percebem que Pokemon é uma bobagem e todo mundo decide que os cards são supervalorizados. Como se todo mundo tivesse feito 12 anos no mesmo dia. Agora seu Pokémon vale apenas, digamos, $25.

Olivia: Ahm-ham.

Kevin: Ao mesmo tempo, você está tendo problemas em me pagar os R$ 60 que me deve. Então, de preferência, o que você vai fazer: tentar me pagar os $60 ou simplesmente não paga e me dá o seu Pokémon de $25?

Olivia: Te dou o Pokémon.

Kevin: Obviamente. Quem faria o contr√°rio? Agora, o banco ‚Äď ou melhor, eu ‚Äď perdeu $25 enquanto esperava lucrar $10. Que li√ß√£o tiramos daqui?

Olivia: Que Pokémon é uma bobagem.

Kevin: Certo, mas continue.

Olivia: Que os cards do Pokémon talvez valessem menos antes do que vale agora?

Kevin: Passou perto. Você não pode contar em estimar valores para sempre. Mas há uma outra boa lição nesta analogia.

Olivia: Que você não deveria ter me emprestado o dinheiro?

Kevin: A-ha, na mosca. Você tem 14 anos e nenhuma fonte de renda. O que iria me convencer a te emprestar o dinheiro se não tenho certeza se você pode me pagar de volta?

Olivia: Porque você poderia pegar meu Pokemon de $50. Você ou poderia ter ganho $10 ou pegar algo do mesmo valor que me emprestou. Se as pessoas não percebiam que Pokemon é uma bobagem, então não havia chance de você perder alguma coisa.

Kevin: Então, ao invés de um empréstimo de $50, imagine que são centenas de milhares de dólares; ao invés do seu Pokémon, é a sua casa. A prosperidade dos Estados Unidos foi construída na idéia que imóveis/Pokémon nunca iriam perder seu valor. Multiplique esse pensamento positivo por milhares de pessoas e você pode entender a escala do nosso problema.

Já que você não pode me pagar, eu não posso pagar minhas contas e não posso mais emprestar dinheiro algum. E nosso país depende da habilidade de emprestar dinheiro.

Olivia: Isso n√£o faz muito sentido. Se eu peguei seu dinheiro emprestado, eu vou gast√°-lo.

Kevin: Bem, a id√©ia √© que voc√™ ir√° gastar de uma maneira que vai fazer voc√™ fazer mais dinheiro no futuro ‚Äď como uma faculdade ou abrindo um neg√≥cio.

Olivia: Ah, entendi. Mas tenho uma pergunta pra você: você usou o exemplo do Pokémon porque me considera nerd?

Kevin: Só queria que fosse fácil pra você entender.

Olivia: Tudo bem. Mas pare de contar pras pessoas que jogo Warcraft. Superei isso totalmente.

Kevin: N√£o se preocupe, Olivia. Eu costumo fazer coisas bem mais nerds. J√° ouviu falar do jogo Magic: The Gathering?

Olivia: Que diabo é isso?

Hmmmmmmmm :thik:

5 Responses to “A crise explicada para uma garota de 14 anos”

  1. déia says:

    eu verdadeiramente adorei seu blog

    uito bem feito!
    parabéns!

    uma dica… esse “continue lendo” n√£o √© muito bom para textos

    geralmente as pessoas n clicam para ler…s√≥ uma dica construtiva

    qq coisa se precisar pode contar comigo

    sucesso vc merece!

  2. Poxa, Andréia! Muito obrigado :smi:

  3. Laís says:

    Tenho 13 anos,e agora sim,eu entendi essa crise,KKKKKKKKKKKKK’

  4. Wagner says:

    Caracas, sensacional!

    Até salvei aqui, caso eu precise explicar para pessoas que são bem mais novas do que eu. =D

Comente

*